segunda-feira, 21 de abril de 2014

OPINIÃO!



Sinto-me envergonhado quando vejo o meu Brasil que está comemorando 50 anos livre da ditadura militar a esparramar vestígios de um período tão cruel e crítico de tempos passados. Um governo (do PT) que se diz do povo e para o povo fazer um absurdo igual ao que estão fazendo com o SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) e, sobretudo com a jornalista Rachel Sheherazade. (veja a postagem abaixo, 50 anos após ditadura militar, governo petista ainda ameaça opiniões de jornalistas)
A pouca credibilidade que tinha pela política do Brasil está se desfazendo pouco a pouco, pois, após notícias como essa me vem à cabeça várias hipóteses que podem ser realidade, não ficando apenas na minha imaginação.
Como posso está em um país livre da ditadura se uma “pobre” jornalista, formada para noticiar, informar e formar opiniões não poder criticar o governo, onde os telespectadores estão vendo que a mesma se encontra em plena razão. A educação que se “ferre”     , a saúde, o transporte, enfim, tudo e todos que se conforme com o favor que faço a vocês todos os meses com míseros R$ 75,00 do bolsa-família, vocês ainda reclamam do quê?  O que quero é ser reeleito(a) como bonzinho(a) e pronto! Que se calem todos! Eu sou soberano(a)...
Agora parece que está se confirmando o que se passa por trás das câmeras das grandes bancadas dos jornais da TV brasileira, se criticarem fortemente aos políticos a emissora perde o patrocínio do governo deixando de arrecadar milhões, assim é melhor ficar caladinho para também não perder o emprego. Psiu... Qual jornalista quer passar anos em faculdades se formando para perder o emprego? Assim é melhor ficar...... Isso mesmo, calado...
Uma coisa eu sei, quem vem com vestígios do passado obscuro que o país enfrentou com a ditadura militar é porque tem más pretensões, é a hora de o Brasil abrir os olhos e tirar de uma vez da história de nossa nação essa maldita raiz que está querendo germinar novamente, ressurgindo ao cheiro do passado para produzir frutos... E maus frutos.

50 ANOS APÓS DITADURA MILITAR GOVERNO PETISTA AINDA AMEAÇA OPINIÕES DE JORNALISTAS! "Isso é uma Vergonha"!


          
A atitude do Governo Federal em colocar contra a parede o SBT, através de seu ministro que cuida do dinheiro da comunicação do governo, ao pensar em não repassar a verba publicitária de R$ 150 milhões ao ano para a emissora é uma atitude exatamente igual ao que os militares de 1964 fizeram contra os donos da TV Excelsior.
          Em 1964, ao saber que Wallace Simonsen, dono da TV Excelsior, não aceitava passivamente o Regime Militar por ser amigo pessoal de João Goulart e fazia um jornalismo que questionava atitudes dos militares que tomaram o poder dos políticos, o então presidente Castelo Branco, de maneira objetiva e estratégica, cassou da noite para o dia literalmente a concessão da companhia aérea Pan Air, a que foi a mais luxuosa do Brasil e que detinha exclusividade de viagens ao estrangeiro e que era no fundo a sustentação financeira da Excelsior.

          Logo que Castelo cassou a Pan Air, de imediato desapropriou por uma ninharia todas as propriedades de Simonsen que tinham aeroportos pelo Brasil sob pretexto de segurança nacional. Desta maneira Wallace ficou sem sua grande renda da companhia aérea e a renda das taxas que lhe rendiam seus aeroportos. Foi questão de tempo para que Simonsen gastasse suas economias tentando pagar as contas da Excelsior que só eram pagas graças ao dinheiro que ele arrecadava fora da emissora.

          O PT no governo, através de Dilma Rousseff e Franklin Martins, curiosamente companheiros de guerrilha terrorista cubana contra militares brasileiros em 64, fez igual a Castelo Branco ao ameaçar o SBT de ficar sem os 150 milhões de verbas de publicidade. A diferença é que há 50 anos Simonsen não se vergou aos militares e quebrou, perdendo a TV Excelsior e deixando na mão milhares de famílias.

          No caso atual de Silvio Santos, através de seu sobrinho Guilherme Stoliar, que trata de casos políticos, acabou cedendo e compondo uma situação para evitar que os funcionários da emissora acabassem pagando com seus empregos a redução de verbas publicitárias da emissora.

Apenas pra exemplificar em dinheiro, o SBT não tem nem 50 milhões de lucro ao ano, ou seja, se perdesse 150 milhões de verbas do governo teria que reduzir seu quadro de funcionários, principalmente do jornalismo. Então a atitude de Silvio compor a situação tirando os comentários pessoais de Rachel Sheherazade do ar, foi sensata ao preservar os empregos dos trabalhadores.

          Tem mais ainda. Engana-se quem acredita que o tal comentário sobre o menor preso ao poste foi o responsável pela ação da deputada comunista contra Rachel e o SBT. O pavor que o governo do PT tem ou tinha era que Sheherazade começasse a contar ao povo os bastidores da Petrobras.

          Tais bastidores escandalosos aparecem apenas em jornal que o povo não lê ou na web que o povo sequer entende. Mas quando Rachel começasse a explicar seria o fim do governo do PT e de petistas atuantes. Este foi o pavor que gerou toda a ação do governo.
Fonte: http://rd1.ig.com.br/blogueiros/jamesakel/sbt-leva-cala-boca-do-governo-e-lembra-caso-da-extinta-tv-excelsior-com-militares/261305