quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

FATOS POLÍTICOS MAIS ABOMINÁVEIS EM 2013 NO BRASIL!


Neste primeiro dia do ano, até por ser ano político, resolvi fazer uma breve retrospectiva dos fatos políticos mais absurdos da história do Brasil. Confesso que foi muito difícil à escolha, porém, dentre dezenas resolvi postar algumas. Leia logo a seguir.

Donadon se entrega e é o 1º deputado preso desde 1974

O deputado Natan Donadon (RO) se entregou à Polícia Federal em um ponto de ônibus de Brasília. Primeiro parlamentar preso no exercício de mandato desde 1974, Donadon foi condenado em 2010 a prisão de 13 anos, 4 meses e 10 dias por formação de quadrilha e peculato. Ele foi punido sob a acusação de ter desviado R$ 8,4 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia por meio de contrato simulado de publicidade.

Suíça devolve dinheiro desviado por Lalau
Após 13 anos de um processo legal cheio de recursos e entraves jurídicos, a Suíça anunciou a devolução de R$ 10,8 milhões que estavam congelados em um banco de Genebra em nome do ex-juiz Nicolau dos Santos Netto, condenado por corrupção e desvio de verbas. Foi a maior devolução concretizada até o momento, de recursos originários de corrupção na história do Brasil.
 

 Prefeitura descobre fraude na gestão Kassab                             Quatro ex-chefes de arrecadação da Prefeitura de São Paulo foram presos por participação em esquema de corrupção envolvendo o recolhimento do Imposto Sobre Serviços (ISS), que causou prejuízo de cerca de 500 milhões aos cofres municipais. Eles atuavam desde 2007, na gestão de Gilberto Kassab (PSD).


Condenados do mensalão são presos

A retomada pelo STF do julgamento da Ação Penal 470, que ficou conhecido como mensalão, foi iniciada em agosto, com a discussão dos embargos infringentes – que garantiriam a 11 dos 25 condenados chance extra para redução de pena ou reversão das punições.
No dia 15 de novembro, o ministro Joaquim Barbosa expediu 12 mandatos de prisão referentes aos crimes que não tinham mais recursos. O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino, o empresário Marcos Valério e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, entre outros, se entregaram à Polícia Federal e foram presos.
Em 5 de dezembro, foram expedidos os mandatos de prisão do então deputado Valdemar Costa Neto – que renunciou em seguida ao mandato –, dos ex-deputados Bispo Rodrigues e Pedro Correa e do vice-presidente do Banco Rural Vinicius Samarane.
Genoino renuncia ao mandato

Para escapar do processo de cassação na Câmara, José Genoino (PT) renunciou ao mandato de deputado federal no dia 3 de dezembro, quando já estava preso após condenação no caso do mensalão.
Em setembro, o ex-presidente do PT havia pedido aposentaria por invalidez à Câmara. Com a renúncia, Genoino volta a receber aposentadoria de R$ 20 mil que tinha por mandatos anteriores, e continua a ter avaliado o pedido de aposentadoria por invalidez.
Em 5 de dezembro, o então deputado Valdemar Costa Neto, também preso pelo mensalão, seguiu o mesmo caminho e renuncia ao mandato.

Fonte: http://estadao.br.msn.com/retrospectiva/2013/os-fatos-pol%C3%ADticos-que-marcaram-2013-1#image=12